Coinbase aprimora medidas de segurança para usuários de Cingapura em meio à expansão da criptografia

Pontos chave:

  • A Coinbase impõe novas regras para que os usuários de Singapura atendam aos padrões regulatórios.
  • Os usuários devem fornecer informações detalhadas do destinatário e do remetente para transações de criptomoeda.
  • Apesar dos recentes desafios regulatórios, a bolsa está expandindo seus serviços, incluindo empréstimos criptográficos para investidores institucionais dos EUA.
Coinbase, uma das principais bolsas de criptomoedas, tem anunciou novas exigências para seus usuários em Singapore melhorar a conformidade com os regulamentos da Autoridade Monetária de Singapura (MAS) sobre o combate ao branqueamento de capitais e ao financiamento do terrorismo.
Coinbase aprimora medidas de segurança para usuários de Cingapura em meio à expansão da criptografia

A partir de agora, os usuários de Singapura precisarão fornecer informações adicionais ao iniciar depósitos ou retiradas de criptomoedas. Estas medidas visam garantir a total adesão às diretrizes regulatórias e podem impactar o processamento de transações para aqueles que não as cumprirem.

Ao enviar criptomoedas, os usuários devem fornecer detalhes como o tipo de carteira do destinatário, o nome da exchange (se não estiver enviando para uma carteira de autoatendimento), o nome completo do destinatário e seu país de residência. Da mesma forma, os depósitos em criptomoeda exigirão o nome completo e o país de residência do remetente.

A Coinbase Singapore descreveu as informações específicas necessárias ao enviar ativos digitais de carteiras, incluindo o tipo de carteira do destinatário, nome da exchange (se não for de autocustódia), nome completo do destinatário e país de residência.

Por outro lado, ao receber depósitos criptográficos de plataformas externas, os usuários devem fornecer informações do remetente, incluindo o nome completo do remetente e o país de residência.

Esta mudança ocorre no momento em que a Coinbase Global expande seus serviços, com uma recente incursão em empréstimos criptográficos para investidores institucionais dos EUA. Até o momento, o serviço Prime da bolsa atraiu US$ 57 milhões em investimentos para o programa de empréstimos.

No entanto, é importante notar que em junho, a Coinbase enfrentou desafios regulatórios quando a SEC acusou a plataforma de uma oferta e venda não registrada de títulos vinculados ao seu programa de staking como serviço. Vários estados dos EUA também exigiram a suspensão dos serviços de staking da Coinbase.

AVISO LEGAL: As informações neste site são fornecidas como comentários gerais do mercado e não constituem aconselhamento de investimento. Nós encorajamos você a fazer sua própria pesquisa antes de investir.

Coinbase aprimora medidas de segurança para usuários de Cingapura em meio à expansão da criptografia

Pontos chave:

  • A Coinbase impõe novas regras para que os usuários de Singapura atendam aos padrões regulatórios.
  • Os usuários devem fornecer informações detalhadas do destinatário e do remetente para transações de criptomoeda.
  • Apesar dos recentes desafios regulatórios, a bolsa está expandindo seus serviços, incluindo empréstimos criptográficos para investidores institucionais dos EUA.
Coinbase, uma das principais bolsas de criptomoedas, tem anunciou novas exigências para seus usuários em Singapore melhorar a conformidade com os regulamentos da Autoridade Monetária de Singapura (MAS) sobre o combate ao branqueamento de capitais e ao financiamento do terrorismo.
Coinbase aprimora medidas de segurança para usuários de Cingapura em meio à expansão da criptografia

A partir de agora, os usuários de Singapura precisarão fornecer informações adicionais ao iniciar depósitos ou retiradas de criptomoedas. Estas medidas visam garantir a total adesão às diretrizes regulatórias e podem impactar o processamento de transações para aqueles que não as cumprirem.

Ao enviar criptomoedas, os usuários devem fornecer detalhes como o tipo de carteira do destinatário, o nome da exchange (se não estiver enviando para uma carteira de autoatendimento), o nome completo do destinatário e seu país de residência. Da mesma forma, os depósitos em criptomoeda exigirão o nome completo e o país de residência do remetente.

A Coinbase Singapore descreveu as informações específicas necessárias ao enviar ativos digitais de carteiras, incluindo o tipo de carteira do destinatário, nome da exchange (se não for de autocustódia), nome completo do destinatário e país de residência.

Por outro lado, ao receber depósitos criptográficos de plataformas externas, os usuários devem fornecer informações do remetente, incluindo o nome completo do remetente e o país de residência.

Esta mudança ocorre no momento em que a Coinbase Global expande seus serviços, com uma recente incursão em empréstimos criptográficos para investidores institucionais dos EUA. Até o momento, o serviço Prime da bolsa atraiu US$ 57 milhões em investimentos para o programa de empréstimos.

No entanto, é importante notar que em junho, a Coinbase enfrentou desafios regulatórios quando a SEC acusou a plataforma de uma oferta e venda não registrada de títulos vinculados ao seu programa de staking como serviço. Vários estados dos EUA também exigiram a suspensão dos serviços de staking da Coinbase.

AVISO LEGAL: As informações neste site são fornecidas como comentários gerais do mercado e não constituem aconselhamento de investimento. Nós encorajamos você a fazer sua própria pesquisa antes de investir.

Visitado 39 vezes, 1 visita(s) hoje