Lei Bitcoin de El Salvador agora aprovada para promover investidores estrangeiros

Pontos chave:

  • O Congresso de El Salvador aprova rapidamente uma lei que concede cidadania acelerada a doadores estrangeiros de bitcoin, contornando os requisitos habituais de residência.

  • O partido do presidente Nayib Bukele apoia a Lei Bitcoin de El Salvador, mostrando o esforço contínuo do líder por iniciativas de criptografia após a adoção do bitcoin como moeda legal pelo país.

De acordo com o Reuters, O Congresso de El Salvador deu sinal verde para uma lei de migração que acelera a cidadania para indivíduos estrangeiros que contribuem com “doações” de bitcoin para as iniciativas de desenvolvimento social e econômico do país.

Lei Bitcoin de El Salvador agora aprovada para promover investidores estrangeiros

Leia mais: Nayib Bukele anuncia lucro de Bitcoin em El Salvador de US$ 3.6 milhões

Lei Bitcoin de El Salvador para apoiar a aceleração da cidadania

A surpreendente aprovação ocorreu durante uma votação no final da noite de 21 de Dezembro, obtendo o apoio do partido Novas Ideias do Presidente Nayib Bukele, que detém o poder na legislatura unicameral. Prevista para entrar em vigor em breve, a lei Bitcoin de El Salvador contorna o processo padrão de naturalização de cinco anos para estrangeiros que não falam espanhol, posicionando-a como uma mudança política significativa.

A legislação enfatiza a inclusão de “estrangeiros altruístas” ansiosos por apoiar o progresso económico, social e cultural de El Salvador através de contribuições em bitcoin. Surpreendentemente, nenhum requisito mínimo de doação é estipulado.

Aqueles que atendem aos critérios podem ignorar os pré-requisitos de residência convencionais, normalmente exigindo cinco anos para quem não fala espanhol ou dois para pessoas casadas com salvadorenhos.

Cidadania acelerada para contribuidores de criptomoeda

Nayib Bukele, um dos principais defensores El SalvadorApós a adoção do Bitcoin, renunciou temporariamente às funções de liderança para se concentrar na campanha para as próximas eleições presidenciais em 4 de fevereiro de 2024. Bukele ganhou as manchetes em setembro de 2021 ao dar curso legal ao bitcoin no país, marcando um momento crucial na adoção da criptomoeda pelo país.

Enquanto um anúncio oficial do governo sobre a lei Bitcoin de El Salvador está pendente, o National Bitcoin Office (ONBTC) confirmou indiretamente a notícia através da repostagem de atualizações relacionadas nas redes sociais.

A ONBTC, encarregada de supervisionar todos os projetos de Bitcoin e criptomoedas em todo o país, reafirma o compromisso de El Salvador com seu papel pioneiro como o primeiro país a adotar o bitcoin como moeda nacional em 2021, apesar da implementação gradual e do uso limitado.

AVISO LEGAL: As informações neste site são fornecidas como comentários gerais do mercado e não constituem aconselhamento de investimento. Nós encorajamos você a fazer sua própria pesquisa antes de investir.

Lei Bitcoin de El Salvador agora aprovada para promover investidores estrangeiros

Pontos chave:

  • O Congresso de El Salvador aprova rapidamente uma lei que concede cidadania acelerada a doadores estrangeiros de bitcoin, contornando os requisitos habituais de residência.

  • O partido do presidente Nayib Bukele apoia a Lei Bitcoin de El Salvador, mostrando o esforço contínuo do líder por iniciativas de criptografia após a adoção do bitcoin como moeda legal pelo país.

De acordo com o Reuters, O Congresso de El Salvador deu sinal verde para uma lei de migração que acelera a cidadania para indivíduos estrangeiros que contribuem com “doações” de bitcoin para as iniciativas de desenvolvimento social e econômico do país.

Lei Bitcoin de El Salvador agora aprovada para promover investidores estrangeiros

Leia mais: Nayib Bukele anuncia lucro de Bitcoin em El Salvador de US$ 3.6 milhões

Lei Bitcoin de El Salvador para apoiar a aceleração da cidadania

A surpreendente aprovação ocorreu durante uma votação no final da noite de 21 de Dezembro, obtendo o apoio do partido Novas Ideias do Presidente Nayib Bukele, que detém o poder na legislatura unicameral. Prevista para entrar em vigor em breve, a lei Bitcoin de El Salvador contorna o processo padrão de naturalização de cinco anos para estrangeiros que não falam espanhol, posicionando-a como uma mudança política significativa.

A legislação enfatiza a inclusão de “estrangeiros altruístas” ansiosos por apoiar o progresso económico, social e cultural de El Salvador através de contribuições em bitcoin. Surpreendentemente, nenhum requisito mínimo de doação é estipulado.

Aqueles que atendem aos critérios podem ignorar os pré-requisitos de residência convencionais, normalmente exigindo cinco anos para quem não fala espanhol ou dois para pessoas casadas com salvadorenhos.

Cidadania acelerada para contribuidores de criptomoeda

Nayib Bukele, um dos principais defensores El SalvadorApós a adoção do Bitcoin, renunciou temporariamente às funções de liderança para se concentrar na campanha para as próximas eleições presidenciais em 4 de fevereiro de 2024. Bukele ganhou as manchetes em setembro de 2021 ao dar curso legal ao bitcoin no país, marcando um momento crucial na adoção da criptomoeda pelo país.

Enquanto um anúncio oficial do governo sobre a lei Bitcoin de El Salvador está pendente, o National Bitcoin Office (ONBTC) confirmou indiretamente a notícia através da repostagem de atualizações relacionadas nas redes sociais.

A ONBTC, encarregada de supervisionar todos os projetos de Bitcoin e criptomoedas em todo o país, reafirma o compromisso de El Salvador com seu papel pioneiro como o primeiro país a adotar o bitcoin como moeda nacional em 2021, apesar da implementação gradual e do uso limitado.

AVISO LEGAL: As informações neste site são fornecidas como comentários gerais do mercado e não constituem aconselhamento de investimento. Nós encorajamos você a fazer sua própria pesquisa antes de investir.

Visitado 98 vezes, 1 visita(s) hoje