A arrecadação de fundos cripto cai 23% no primeiro trimestre de 1, mas ainda mostra um cenário otimista

Pontos chave:

  • O volume de arrecadação de fundos criptográficos no primeiro trimestre cai 1%, mas os negócios em estágio inicial aumentam 23%.
  • A confiança nas criptomoedas se recupera com um aumento de 38% nos fundos investidos e um aumento de 49% nos projetos financiados.
  • A injeção de capital de risco ultrapassa US$ 2 bilhões, com apenas março registrando US$ 1.1 bilhão em 180 negócios liderados por VCs cripto-nativos.
A estudo recente de Messari lançou luz sobre o cenário de arrecadação de fundos criptográficos do primeiro trimestre, revelando um declínio de 23% no volume geral de arrecadação de fundos criptográficos, mas um aumento notável de 73% nos negócios em estágio inicial.
A arrecadação de fundos cripto cai 23% no primeiro trimestre de 1, mas ainda mostra um cenário otimista

Angariação de fundos criptográficos no primeiro trimestre: Quedas de volume, aumento de negócios em estágio inicial

Investimentos notáveis ​​foram feitos em empresas como Eigen Labs Grupo Hashkey, Otimismo, Freechat e Zama. Esta diminuição na arrecadação de fundos é atribuída principalmente a um mês excepcional no quarto trimestre do ano passado, liderado pelos mineradores de Bitcoin.

Apesar da queda na captação de recursos criptográficos, os negócios em estágio inicial tiveram um impulso significativo, indicando um sentimento otimista em relação a novas oportunidades. O relatório examina cenários optimistas e pessimistas para empresas como a Optimism e a Zama, juntamente com insights sobre tendências de investimento em diferentes fases.

Capital de risco dispara: US$ 2 bilhões injetados, liderados por Crypto VCs

No entanto, o analista de dados Crypto Koryo destaques um aumento de 38% nos fundos investidos e um aumento de 49% nos projetos financiados, sinalizando uma confiança renovada no espaço criptográfico que lembra os padrões observados no quarto trimestre de 4. O financiamento de capital de risco disparou particularmente, ultrapassando US$ 2020 bilhões, um aumento de 2% em relação ao quarto trimestre de 38, com 4 projetos financiados.

Só em março testemunhou um investimento surpreendente de US$ 1.1 bilhão em 180 negócios, apresentando um aumento notável de 52.50% mês a mês.

Liderando esse aumento estavam VCs cripto-nativos como Andreessen Horowitz Crypto, OKX Empreendimentos, Capital Multicoin, Paradigme Polychain, marcando uma mudança do domínio bancário tradicional e do domínio de capital de risco não criptográfico nos trimestres anteriores. Esses desenvolvimentos ressaltam o crescente interesse dos investidores em meio à evolução da dinâmica do mercado criptográfico.

A arrecadação de fundos cripto cai 23% no primeiro trimestre de 1, mas ainda mostra um cenário otimista

Pontos chave:

  • O volume de arrecadação de fundos criptográficos no primeiro trimestre cai 1%, mas os negócios em estágio inicial aumentam 23%.
  • A confiança nas criptomoedas se recupera com um aumento de 38% nos fundos investidos e um aumento de 49% nos projetos financiados.
  • A injeção de capital de risco ultrapassa US$ 2 bilhões, com apenas março registrando US$ 1.1 bilhão em 180 negócios liderados por VCs cripto-nativos.
A estudo recente de Messari lançou luz sobre o cenário de arrecadação de fundos criptográficos do primeiro trimestre, revelando um declínio de 23% no volume geral de arrecadação de fundos criptográficos, mas um aumento notável de 73% nos negócios em estágio inicial.
A arrecadação de fundos cripto cai 23% no primeiro trimestre de 1, mas ainda mostra um cenário otimista

Angariação de fundos criptográficos no primeiro trimestre: Quedas de volume, aumento de negócios em estágio inicial

Investimentos notáveis ​​foram feitos em empresas como Eigen Labs Grupo Hashkey, Otimismo, Freechat e Zama. Esta diminuição na arrecadação de fundos é atribuída principalmente a um mês excepcional no quarto trimestre do ano passado, liderado pelos mineradores de Bitcoin.

Apesar da queda na captação de recursos criptográficos, os negócios em estágio inicial tiveram um impulso significativo, indicando um sentimento otimista em relação a novas oportunidades. O relatório examina cenários optimistas e pessimistas para empresas como a Optimism e a Zama, juntamente com insights sobre tendências de investimento em diferentes fases.

Capital de risco dispara: US$ 2 bilhões injetados, liderados por Crypto VCs

No entanto, o analista de dados Crypto Koryo destaques um aumento de 38% nos fundos investidos e um aumento de 49% nos projetos financiados, sinalizando uma confiança renovada no espaço criptográfico que lembra os padrões observados no quarto trimestre de 4. O financiamento de capital de risco disparou particularmente, ultrapassando US$ 2020 bilhões, um aumento de 2% em relação ao quarto trimestre de 38, com 4 projetos financiados.

Só em março testemunhou um investimento surpreendente de US$ 1.1 bilhão em 180 negócios, apresentando um aumento notável de 52.50% mês a mês.

Liderando esse aumento estavam VCs cripto-nativos como Andreessen Horowitz Crypto, OKX Empreendimentos, Capital Multicoin, Paradigme Polychain, marcando uma mudança do domínio bancário tradicional e do domínio de capital de risco não criptográfico nos trimestres anteriores. Esses desenvolvimentos ressaltam o crescente interesse dos investidores em meio à evolução da dinâmica do mercado criptográfico.

Visitado 185 vezes, 1 visita(s) hoje