O ETF Spot Bitcoin de Hong Kong terá fluxos de fundos limitados apenas de US$ 500 milhões

Pontos chave:

  • Hong Kong antecipa o lançamento de um ETF Bitcoin, embora ainda não tenha sido oficialmente confirmado pelo SFC.
  • Rumores sugerem uma entrada modesta de fundos de cerca de US$ 500 milhões após o lançamento do ETF Bitcoin à vista de Hong Kong.
  • Hong Kong pretende estabelecer-se como um centro de criptografia regulamentado em meio às regulamentações estritas da China continental após a recente aprovação de ETFs de Bitcoin à vista nos EUA
O cenário financeiro de Hong Kong está à beira de uma mudança significativa com a aprovação iminente de um fundo negociado em bolsa Bitcoin (ETF), de acordo com Eric Balchunas, analista sênior de ETF da Bloomberg.
O ETF Spot Bitcoin de Hong Kong terá fluxos de fundos limitados apenas de US$ 500 milhões

Leia mais: Melhores ETFs Bitcoin para comprar em 2024

Hong Kong Spot Bitcoin ETF lançado em meio a especulações regulatórias

Embora aprovado, o ETF de Bitcoin à vista de Hong Kong ainda não foi lançado, com rumores sugerindo uma possível estreia na próxima semana.

Espera-se que o lançamento antecipado do ETF Bitcoin spot de Hong Kong desperte um interesse modesto, projetando uma entrada de fundos de aproximadamente US$ 500 milhões. Notavelmente, anúncios de participantes importantes como China Asset Management e Bosera Capital no WeChat sobre a aprovação para listar ETFs de Bitcoin e Ether à vista surgiram prematuramente. No entanto, o endosso oficial da Comissão de Valores Mobiliários (SFC) ainda está pendente, deixando a incerteza no ar.

Enquanto 香港Embora o mercado de ETFs da China seja relativamente pequeno, situando-se em US$ 50 bilhões, os investidores da China continental atualmente não têm acesso direto. Os emissores de ETF aprovados, incluindo Bosera, Huatai e CSOP, são relativamente modestos em escala, com grandes atores institucionais como BlackRock ainda não participou.

Persistem preocupações sobre a liquidez e a eficiência do ecossistema subjacente, podendo levar a disparidades de preços significativas e descontos de prémios.

As ambições criptográficas de Hong Kong crescem em meio a mudanças no cenário regulatório

Apesar das rigorosas regulamentações de comércio de criptografia da China continental após as repressões de 2021, Hong Kong está se posicionando como um centro de criptografia regulamentado, com o objetivo de rivalizar com congêneres globais como Dubai e Cingapura. No entanto, a acessibilidade destes ETFs aos investidores da China continental permanece incerta.

O lançamento iminente segue a recente aprovação de detectar ETFs de Bitcoin pelos reguladores de valores mobiliários dos EUA, que testemunharam entradas substanciais de capital. Os ETFs oferecem aos investidores tradicionais exposição aos movimentos de preços das criptomoedas sem propriedade direta, ampliando potencialmente a base de investidores do mercado.

O ETF Spot Bitcoin de Hong Kong terá fluxos de fundos limitados apenas de US$ 500 milhões

Pontos chave:

  • Hong Kong antecipa o lançamento de um ETF Bitcoin, embora ainda não tenha sido oficialmente confirmado pelo SFC.
  • Rumores sugerem uma entrada modesta de fundos de cerca de US$ 500 milhões após o lançamento do ETF Bitcoin à vista de Hong Kong.
  • Hong Kong pretende estabelecer-se como um centro de criptografia regulamentado em meio às regulamentações estritas da China continental após a recente aprovação de ETFs de Bitcoin à vista nos EUA
O cenário financeiro de Hong Kong está à beira de uma mudança significativa com a aprovação iminente de um fundo negociado em bolsa Bitcoin (ETF), de acordo com Eric Balchunas, analista sênior de ETF da Bloomberg.
O ETF Spot Bitcoin de Hong Kong terá fluxos de fundos limitados apenas de US$ 500 milhões

Leia mais: Melhores ETFs Bitcoin para comprar em 2024

Hong Kong Spot Bitcoin ETF lançado em meio a especulações regulatórias

Embora aprovado, o ETF de Bitcoin à vista de Hong Kong ainda não foi lançado, com rumores sugerindo uma possível estreia na próxima semana.

Espera-se que o lançamento antecipado do ETF Bitcoin spot de Hong Kong desperte um interesse modesto, projetando uma entrada de fundos de aproximadamente US$ 500 milhões. Notavelmente, anúncios de participantes importantes como China Asset Management e Bosera Capital no WeChat sobre a aprovação para listar ETFs de Bitcoin e Ether à vista surgiram prematuramente. No entanto, o endosso oficial da Comissão de Valores Mobiliários (SFC) ainda está pendente, deixando a incerteza no ar.

Enquanto 香港Embora o mercado de ETFs da China seja relativamente pequeno, situando-se em US$ 50 bilhões, os investidores da China continental atualmente não têm acesso direto. Os emissores de ETF aprovados, incluindo Bosera, Huatai e CSOP, são relativamente modestos em escala, com grandes atores institucionais como BlackRock ainda não participou.

Persistem preocupações sobre a liquidez e a eficiência do ecossistema subjacente, podendo levar a disparidades de preços significativas e descontos de prémios.

As ambições criptográficas de Hong Kong crescem em meio a mudanças no cenário regulatório

Apesar das rigorosas regulamentações de comércio de criptografia da China continental após as repressões de 2021, Hong Kong está se posicionando como um centro de criptografia regulamentado, com o objetivo de rivalizar com congêneres globais como Dubai e Cingapura. No entanto, a acessibilidade destes ETFs aos investidores da China continental permanece incerta.

O lançamento iminente segue a recente aprovação de detectar ETFs de Bitcoin pelos reguladores de valores mobiliários dos EUA, que testemunharam entradas substanciais de capital. Os ETFs oferecem aos investidores tradicionais exposição aos movimentos de preços das criptomoedas sem propriedade direta, ampliando potencialmente a base de investidores do mercado.

Visitado 225 vezes, 1 visita(s) hoje