Processo da Terraform Labs SEC resolvido por US$ 4.47 bilhões

Pontos chave:

  • Terraform Labs e Do Kwon fazem um acordo com a SEC por US$ 4.47 bilhões sobre o colapso do TerraUSD.
  • SEC alega fraude na estabilidade do TerraUSD e falsas alegações sobre integração.
  • No processo da Terraform Labs SEC, Kwon enfrenta acusações criminais, contesta multas e aguarda extradição de Montenegro.
De acordo com o Reuters, Terraform Labs, com sede em Cingapura, e seu fundador Do Kwon chegaram a um acordo com a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) após um processo judicial e engano de investidores em criptomoedas antes do colapso do stablecoin TerraUSD em 2022.
Processo da Terraform Labs SEC resolvido por US$ 4.47 bilhões

Processo da Terraform Labs SEC chega a acordo para resolução de US$ 4.47 bilhões

Terraform concordou em liquidar US$ 4.47 bilhões para resolver o processo da Terraform Labs SEC, decorrente do colapso da empresa em 2022, que resulta na perda de US$ 40 bilhões em ativos de investidores, enviando ondas de choque pela comunidade de criptomoedas.

O processo da Terraform Labs SEC tem origem na própria empresa e em Do Kwon, eles enganaram os investidores em 2021 em relação à estabilidade do TerraUSD, uma moeda estável destinada a reter o valor de US$ 1. Além disso, o regulador os acusa de alegar falsamente que o blockchain do Terraform foi integrado a um popular aplicativo de pagamento móvel sul-coreano.

O acordo, sujeito à aprovação de um juiz federal em Nova York, chega posteriormente a um júri que responsabiliza a empresa e Kwon pelo colapso após um julgamento de duas semanas.

Do Kwon enfrenta acusações em meio a multas contestadas

O SECA estimativa da empresa sugere que os investidores perderam mais de 40 mil milhões de dólares colectivamente quando Terra USD não conseguiu manter a sua indexação ao dólar. O órgão regulador também propôs uma multa de US$ 420 milhões para a empresa e uma multa de US$ 100 milhões para Kwon, além de proibir ambos de negociar “títulos de ativos criptográficos”.

O Mercado Pago não havia executado campanhas de Performance anteriormente nessas plataformas. Alcançar uma campanha de sucesso exigiria Kwon, que enfrenta acusações criminais relacionadas nos EUA e Coreia do Sul, contestou estas sanções, argumentando que as multas máximas permitidas eram significativamente mais baixas. Desde a sua detenção em março de 2023, Kwon aguarda a extradição do Montenegro, no meio de turbulências contínuas relativamente ao seu destino. Ele mantém sua inocência em relação às acusações.

Processo da Terraform Labs SEC resolvido por US$ 4.47 bilhões

Pontos chave:

  • Terraform Labs e Do Kwon fazem um acordo com a SEC por US$ 4.47 bilhões sobre o colapso do TerraUSD.
  • SEC alega fraude na estabilidade do TerraUSD e falsas alegações sobre integração.
  • No processo da Terraform Labs SEC, Kwon enfrenta acusações criminais, contesta multas e aguarda extradição de Montenegro.
De acordo com o Reuters, Terraform Labs, com sede em Cingapura, e seu fundador Do Kwon chegaram a um acordo com a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) após um processo judicial e engano de investidores em criptomoedas antes do colapso do stablecoin TerraUSD em 2022.
Processo da Terraform Labs SEC resolvido por US$ 4.47 bilhões

Processo da Terraform Labs SEC chega a acordo para resolução de US$ 4.47 bilhões

Terraform concordou em liquidar US$ 4.47 bilhões para resolver o processo da Terraform Labs SEC, decorrente do colapso da empresa em 2022, que resulta na perda de US$ 40 bilhões em ativos de investidores, enviando ondas de choque pela comunidade de criptomoedas.

O processo da Terraform Labs SEC tem origem na própria empresa e em Do Kwon, eles enganaram os investidores em 2021 em relação à estabilidade do TerraUSD, uma moeda estável destinada a reter o valor de US$ 1. Além disso, o regulador os acusa de alegar falsamente que o blockchain do Terraform foi integrado a um popular aplicativo de pagamento móvel sul-coreano.

O acordo, sujeito à aprovação de um juiz federal em Nova York, chega posteriormente a um júri que responsabiliza a empresa e Kwon pelo colapso após um julgamento de duas semanas.

Do Kwon enfrenta acusações em meio a multas contestadas

O SECA estimativa da empresa sugere que os investidores perderam mais de 40 mil milhões de dólares colectivamente quando Terra USD não conseguiu manter a sua indexação ao dólar. O órgão regulador também propôs uma multa de US$ 420 milhões para a empresa e uma multa de US$ 100 milhões para Kwon, além de proibir ambos de negociar “títulos de ativos criptográficos”.

O Mercado Pago não havia executado campanhas de Performance anteriormente nessas plataformas. Alcançar uma campanha de sucesso exigiria Kwon, que enfrenta acusações criminais relacionadas nos EUA e Coreia do Sul, contestou estas sanções, argumentando que as multas máximas permitidas eram significativamente mais baixas. Desde a sua detenção em março de 2023, Kwon aguarda a extradição do Montenegro, no meio de turbulências contínuas relativamente ao seu destino. Ele mantém sua inocência em relação às acusações.

Visitado 211 vezes, 1 visita(s) hoje